segunda-feira, 10 de maio de 2010

Mãe é mãe!!!!!

Eu não quiz falar sobre o dia das mães para não fazer propaganda em causa própria.
Afinal, dei à luz em parto natural a duas filhas amadas, que me renderam homenagens nesse dia e foi o bastante para eu me sentir "a melhor mãe do mundo".
Pois é, a gente é assim... prepotente e convencida.
Toda mãe é.
E tem que ser mesmo.
Somos o máximo e também exigimos o máximo, ou pelo menos algumas de nós exigem.
Quanto mais exigentes com nós mesmas, mais exigimos dos filhos.
É difícil dissociar aquele "serzinho" que saiu de dentro de nós, de nós mesmas.
As vezes parece que nós temos apêndices.
Cuidado, Mamães, eles são seres independentes!!!!!!!!
Somos chocadeiras!!!!!
No bom sentido.
Ser mãe é uma lição constante de desapego.
Mas mesmo assim, não existe coisa que mais queremos do que esses "pestinhas".
É o tal "amor incondicional".
Mas se você é mãe e não se sente assim, não fique preocupada, as vezes o tal do instinto materno tira folga e a gente quer afogá-los na pia do banheiro.
Ainda bem que o amor fala mais alto, ou será o instinto de preservação da espécie?
A realidade é que amando e odiando a gente segue a vida toda apreciando a nossa obra.
E que orgulho!!!!