quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Felicidade


Ser feliz não é uma dádiva, é uma conquista. E a cada dia é necessário empenho para conservá-la perto de si.
Buscar a felicidade no outro é o caminho mais rápido para a infelicidade.
Colocar metas também não funciona, só vou ser feliz quando tal coisa acontecer...
Quando acontece e você não fica feliz a confusão se abate sobre o espírito.
Agora você já tentou perceber a tal felicidade?
Já abriu os olhos e deu de cara com olhinhos brilhantes te dando bom dia?
Ou então olhos apaixonados te pedindo um beijo?
Sabe quando você está passando pela enésima vez na Lagoa e de repente você percebe a paisagem à sua volta, a luz do sol, o brilho da água, o verde das árvores, tudo ganha um novo sentido e você sente um aquecimento na alma, uma tranquilidade...
Como se nada nem ninguém pudesse perturbar sua paz?
Tudo bem se não tem Lagoa.
Tantas outras paisagens existem, você ainda vai encontrar uma que te faça sentir assim, mas enquanto ela não se mostra ou você não consegue percebê-la, seja feliz com a sua paisagem interior.
Suas conquistas, mesmo as mais insignificantes devem ser levadas em consideração. Pare de buscar a felicidade, deixe que ela esteja em você.
Busque seus sonhos, tenha o filho que você sempre quiz, seja da sua barriga ou não, faça aquela viagem tão esperada, mesmo que pagando 60 prestações, leia o livro que lhe deixou curioso,deite-se e se deleite na rede do terraço, cultive um jardim, ou encha sua casa de vasos coloridos.
Viva e deixe viver.
Conquiste sua porção de felicidade diária e mantenha-a consigo por todos os dias e noites de sua vida.
A vida é bem melhor quando se é feliz.